Ultima semana no Brasil

Ansiedade ao extremo, correria, indecisão sobre o que levar e o que deixar, despedida dos amigos e, principalmente, de minha familia.

Minhas mamães estão tristes (mamães porque são duas, mãe e tia). Também, Natal sem elas, é a primeira vez. Alias, é natal sem elas, e sem o restante da família.

Acabo eu então, também ficando triste. Pensando…o que será de mim a partir de agora?. Como será a vida lá fora?. Más o que importa é que……estou indo, realizando o sonho.

Tristeza de sair daqui? SIM, e muita. Más preciso, estou necessitando disso. Não são 300km de distância e sim, mais de 12.000km. Entendo minha mãe, minha tia, meus parentes, pois lá fora, por mais “responsável” que aprendi a ser aqui, é diferente. Estou indo a um lugar diferente de tudo, de cultura, de convivência, de língua, de tempo. E estou sozinho (apesar da cia da Dominique).

Abdiquei de tudo o que possuía aqui. Trabalho, conforto, para ir atrás de algo novo, nova experiência de vida.

Ansiedade 1000.

Tristeza 1000 de deixar eles aqui.

Felicidade 1000 de realizar um sonho, uma vontade (mais uma).

e……curiosidade, de saber como é, como será.

Dúvida se dará certo?….clarooooo….várias….

mas se eu não tentar…..será pior.

 

Agradeço muito ao que tenho, ao que construí, a minha mãe e ao meu pai, a todos em geral.

Ao apoio também.

Queria não chorar nessa hora tão esperada. Más não consigo.

Amo vocês todos. Sempre.

 

Anúncios